segunda-feira, 24 de outubro de 2011

MP de Araxá move ação contra a Copasa

Segundo a agência G1, a Promotoria Pública de Araxá, está tentando reaver a cobrança da tarifa paga pela população há quatro anos. De acordo com o promotor Marcos Paulo Macedo, a cobrança do tratamento de esgoto é ilegal, já que o serviço ainda não existe na cidade. 

A Copasa admite que as obras do tratamento de esgoto da cidade estão atrasadas, mas explica que não está fazendo a cobrança deste serviço.  

“A Copasa cobra pelo serviço de coleta, transporte e manutenção do sistema de esgoto. O Ministério Público questiona que a gente cobra pelo tratamento que a gente ainda não faz, não é essa cobrança”, afirma o gerente regional da companhia, Geraldo Magela Mendes. 

A prefeitura estuda a possibilidade de quebra de contrato de concessão com a empresa. A intenção da prefeitura é municipalizar os serviços para acabar com os problemas de demora no serviço e cobranças indevidas.

Em Cataguases, a cobrança irá chegar às casas dos consumidores no início do próximo mês e o Ministério Público também poderá ser acionado, já que existem rumores de representações da sociedade civil contra este mesmo tipo de cobrança, em nossa cidade. Vamos aguardar.