sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Poda das árvores x produção de lenha

Por Elias Muratori - Muriaé - MG


Avenida Guido Marlière, a um ano atrás.
Solicitei a um certo "comentador" aí que defende, não com unhas e dentes, mas só com o coração as “podas” realizadas na cidade, que nos explicasse a diferença entre PODA E PRODUÇÃO DE LENHA e que nos respondesse quantos lados tem uma árvore em uma calçada ou à beira de um meio fio.

Como as repostas não vieram, eu mesmo tentarei formulá-las.

PODA CORRETIVA, DRÁSTICA - é aquela que deve ser realizada em um exemplar que esteja embaixo de uma rede elétrica, com galhos tocando os cabos e, portanto, oferecendo perigo de danos à rede e a pessoas ou quando está atingindo uma marquise, um telhado, um beiral...
Nesses casos exige-se o corte radical dos galhos (finos e grossos).
O corte atingiu toda a avenida: foram 22 árvores.

Esse tipo de poda, porém, deve ser praticada apenas uma vez, as posteriores devem ser leves, as chamadas podas de MANUTENÇÃO. Como as que são feitas em Leopoldina e Patrocínio do Muriaé.

PRODUÇÃO DE LENHA - é quando se faz, sistematicamente, a poda DRÁSTICA em todas as ruas, avenidas e largos – como o exemplo da foto – onde não há nenhum perigo de dano à rede, pois aí os cabos são isolados e a copa não atingirá nenhuma construção, por maior que esteja.


Prefeitura alegou que a base das árvores estavam podres.
A imagem fala por si, só.

SEIS LADOS – uma árvore plantada em uma calçada ou ao lado de um meio fio possui seis lados, a saber: 1) o de baixo (saia), 2) o de cima (copa), 3) o do lado das construções, 4) o do lado da via e 5 e 6) os dos sentidos (comprimento) das calçadas.

Esses dois últimos são justamente os que NUNCA devem ser cortados. Procedimento adotado em Leopoldina e Patrocínio do Muriaé. Isso possibilita às plantas crescerem para os lados.


IDEAL NAS RUAS SÃO PODAS DE MANUTENÇÃO - periodicamente cortar pontas/brotos do lado das construções, do lado da via, do lado de baixo (levantar a saia), do lado de cima (copa) e... NUNCA CORTAR no sentido das calçadas, para que os galhos se expandam para as laterais.

EM SUMA – se os administradores entendessem que árvores são VIDA e quisessem preservá-las valorizariam uma boa equipe de profissionais para cuidar da manutenção das mesmas.


Árvores urbanas se destinam a uma centena de propósitos,
menos o de PRODUÇÃO DE LENHA!


Nota do Notícias de Cataguases:
As fotos são da "poda" realizada na avenida Guido Marlière, tempos atrás, em Cataguases - Elias Júnior.
Apesar de parecer que mora em Cataguases e também se chamar Elias, o autor mora em Muriaé.
Qualquer semelhança dos fatos terá sido mera coincidência!