domingo, 20 de novembro de 2011

Aluna de Cataguases é premiada pela Assembléia de Minas

Natacha é aluna da E. E. Astolfo Dutra, em Cataguases.

A aluna Natacha Carvalho da Silva Ferreira, da Escola Estadual Astolfo Dutra, do Bairro Dico Leite, foi a grande vencedora do concurso de redação “Eu, minha cidade e os 300 anos do Ouro em Minas Gerais”, na modalidade Ensino Fundamental, na SRE Leopoldina.
O concurso, organizado pela Assembléia Legislativa de Minas Gerais está homenageando o tricentenário das cidades de Ouro Preto, Mariana e Sabará, comemorado agora em 2011.O Objetivo do concurso foi fazer com que os estudantes relacionassem a realidade em que vivem com a história de Minas Gerais. A iniciativa da ALMG é uma oportunidade de mostrar aos estudantes mineiros a importância da mineração na história do Estado.
“Nós somos um estado com nome de Minas Gerais, então que outra coisa nos define mais do que o nosso patrimônio do minério, ouro, diamantes? É preciso que os jovens compreendam que estas riquezas são partes do nosso universo simbólico, da nossa vida, da nossa identidade e das nossas possibilidades como estado da federação. Esse concurso teve como objetivo promover a revisitação da história à luz da contemporaneidade e é uma lição fundamentalmente de cidadania”, disse a secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola.
  
Premiação

Prof. Mônica Chaves, Natacha e a Diretora Solange Soares.
Colhendo frutos de um trabalho em equipe.
Como prêmio do concurso "Eu, minha cidade e os 300 anos do Ciclo do Ouro em Minas", Natacha e sua professora Mônica Chaves receberão um laptop. A Diretora Solange Soares representará a Escola Astolfo Dutra, que também será premiada com cinco mil reais.  A cerimônia acontecerá no dia 14 de dezembro, mas o último mês do ano ainda reserva uma programação especial para os vencedores.
No dia 13 eles visitarão a cidade de Ouro Preto e no dia 14, antes da solenidade de premiação, farão um passeio no Museu “Minas e Metais”, em Belo Horizonte. Os autores, professores e diretores das escolas vencedoras participarão da premiação. Além disso, a Assembléia de Minas vai publicar um livro com as redações vitoriosas.