domingo, 20 de novembro de 2011

Primeiro goleiro da Seleção Brasileira nasceu em Cataguases

Marcos Carneiro de Mendonça
Foto: Arquivo Fluminense Football Club
Marcos Carneiro de Mendonça, nascido em Cataguases/MG na data de 25 de dezembro de 1894, foi o primeiro titular da Seleção Brasileira de futebol e, curiosamente, o mais novo da história a marcar presença na meta brasileira – aos 19 anos e 6 meses de vida. Foi contra o Exeter City, da Inglaterra, em julho de 1914, com vitória da equipe sul-americana por 2 a 0, com gols de Oswaldo Gomes e Osman. Outra curiosidade: a partida aconteceu na casa do time do jovem Marcos Carneiro – as Laranjeiras.

Carneiro começou muito cedo sua carreira futebolística no Haddock Lobo, antigo clube do bairro da Tijuca que logo viria a se fundir com o América Futebol Clube, com apenas 13 anos em 1907. Defendeu as cores americanas até 1913, quando conquistou o título carioca. Contudo, devido a divergências com os diretores do alvi-rubro, transferiu-se para o Fluminense no ano seguinte – o clube de seu coração -, de onde nunca mais sairia.

Dono de reflexos apurados, grande sentido de colocação, estilo clássico e refinado, Marcos Carneiro, com seus 1,87m de altura, também chamava atenção pelo modo elegante como trajava o uniforme tricolor. Sempre ao final das partidas, curiosamente, as roupas do goleiro (camisa e calção brancos, este último preso à cintura com uma fita roxa, como na foto) ainda estavam praticamente limpas pelo simples fato de estar sempre bem colocado, fato que fazia com que não se atirasse muito ao chão para defender as bolas. Muitos que acompanharam a carreira do atleta diziam que o mesmo arrasava os corações das mocinhas que iam acompanhar os jogos do tricolor carioca nas Laranjeiras. Com suas exibições primorosas, Marcos Carneiro de Mendonça acumulou fama e prestígio numa época em que jogar no gol era algo reservado aos menos hábeis com a bola nos pés.

E há de se perguntar: por que então Carneiro escolheu essa “espinhosa” posição em campo? Na sua infância o garoto foi acometido de febre amarela, sarampo e problemas pulmonares, o que inspirava muitos cuidados por parte de seus familiares. Mas como seu sonho era ser jogador de futebol escolheu a meta por não se exigir tanto esforço como um atleta de linha.

Em sua carreira pela Seleção Brasileira, o ex-goleiro atuou em 15 partidas entre 1914 e 1923. Já como jogador do Fluminense foram 127 jogos e 164 gols sofridos (a alta média de gols se deu pelo fato de os primeiros times da história primarem sempre pelo ataque, e não pela defesa, o que quase sempre resultava em resultados com grande quantidade de gols).

Ao abandonar o futebol precocemente, aos 29 anos devido a uma séria contusão, passou a dedicar-se à profissão de historiador. Porém, continuou participando das atividades do Fluminense, chegando a ser, curiosamente, um de seus presidentes, na época do bicampeonato de 1940 e 1941. Morreu em 19 de outubro de 1988, aos 94 anos, na cidade do Rio de Janeiro.

Abaixo, dados e estatísticas da carreira de Marcos Carneiro de Mendonça, o primeiro goleiro da história da Seleção Brasileira.

* Clubes (3): Haddock Lobo (1907), América/RJ (1907/1913), Fluminense/RJ (1914/1923).

* Seleção Brasileira: 15 convocações (1914/23).

*Títulos:

> Campeonato Carioca: 1913 (América), 1917, 1918 e 1919 (Fluminense).




Foto: Arquivo Fluminense Football Club