quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Resumo da reunião na Câmara dia 01/11

Na sessão do legislativo, realizada ontem 01/11), vários assuntos foram tratados, sendo o primeiro, a aprovação da semana de combate ao colesterol. Em seguida, o vereador Guilherme falou da notificação à FCA, em relação ao nível de ruído do trem. O prazo está expirando e o vereador disse que fará boletim de ocorrência e cobrará a multa diária de 60 mil reais, caso a empresa não se adeque. Em seguida, foi adiada a votação da lei orçamentária anual, por conter algumas dúvidas que carecem da explicação da contadora da Prefeitura. Os vereadores ficaram de marcar uma data, em específico com a profissional para prestar esclarecimentos. Entre as dúvidas, estão a  duplicidade de uma valor de 170 mil na secretaria de esportes e o destaque de verbas para manutenção de Sistemas de Esgoto, no valor total R$ 378 mil - Qual a justificativa já que a COPASA é a responsável pelo tratamento?; Foi criada uma Secretaria de Segurança, com destaque de verba para policiamento no valor de R$ 10.000,00. Qual secretaria de sgurança?; Há também a previsão de transferência de R$ 3.954.100,00 a instituições privadas sem fins lucrativos; 

Outro assunto abordado foi a questão da morte do cidadão Cataguasense que aguardou uma neurocirurgia durante seis dias, no Pronto Socorro Municipal, vindo a falecer sem atendimento. Vários vereadores derem seu parecer: uns alegaram falta de verba no SUS, outros sugeriram ir à Belo Horizonte reclamar com o secreário estadual de saúde, outros decidiram fazer um protesto em BH, outros mandar ofício a deputados pedindo ajuda e por último, o vereador Pequeno fez a sugestão de que Cataguases deveria assinar um acordo com outras prefeituras para pagar uma clínica particular, quando houvesse uma emergência, já que um neurocirurgião e uma equipe para realizar a referida cirurgia é muito caro e não é todo dia que tem um caso de neurocirurgia em Cataguases. O vereador também pediu que fosse feito um ofício circular aos conselhos, solicitando uma cópia das atas das reuniões, já que os assuntos são relevantes e seria interessante que os vereadores tomassem conhecimento.

Também foi acertado que integrará a comissão que investiga a aplicação do FUNDEB, o vereador Guilherme Vale e será suplente, o vereador Vanderlei Cardoso. 

Grande expediente

No grande expediente falaram Guilherme (PSDC) e Vanderlei Pequeno (PT). 

Guilherme falou da importância do trabalho do vereador e do fato de que as pessoas criticam os vereadores sem conhecer realmente suas atribuições. Explanou aidna sobre o trabalho que vem sendo feito na câmara e que tem orgulho de fazer parte da administração municipal que não dá indícios de corrupção ou ilegalidade.

Já o vereador Vanderlei Pequeno, falou do orçamento e seus pontos duvidosos, cobrou uma ação efetiva da prefeitura sobre os casos que vem ocorrendo na área de saúde, falou sobre o buraco em frente ao parque Santa Rita, que ocasionou a queda de idosos e está há mais de um ano. O vereador também pediu parecer da comissão de constituição e justiça sobre a lei do passe estudantil, a ser votada semana que vem e por fim falou das emendas que o Deputado Reginaldo Lopes está empenhando para Cataguases. 

Sobre este último assunto, disse que a oferta é de mais uma creche, com 120 vagas e poderia ser instalada na região do Justino, e atender ao São Vicente e Vila Reis. Além disso, há a oferta de quatro quadras poliesportivas cobertas. Pequeno ainda denunciou que o governo municipal da sinais de que irá se recusar a receber a creche e destacou que há estudos que comprovam o desenvolvimento da inteligência das crianças a partir dos 3 anos de idade. Por último, fez um apelo ao Prefeito para que aceite essa emenda, que deve ser respondida até o dia 25 deste mês.