domingo, 11 de dezembro de 2011

Ditadura disfarçada em MG: Panfletos do SINDUTE/MG proibidos nas Escolas!

A Secretaria de Educação do Estado de Minas Gerais por ordem da Secretária Ana Lúcia Gazzola distribuiu ofício a todos as escolas e diretores proibindo a distribuição de panfletos e cartazes do Sind-Ute onde o sindicato informa os trabalhadores da educação sobre a votação do projeto dos subsídios do governo do Estado e quais foram os deputados que votaram a favor do projeto.
O estado de exceção em que vive Minas Gerais chega as raias do absurdo a ponto da liberdade sindical, a democracia ser ameaçada.
A liberdade de imprensa do setor de comunicação do sindicato foi cassada nas escolas pela “interventora” Ana Lúcia Gazzola, coincidentemente do mesmo partido do prefeito de Belo Horizonte, Lacerda do PSB, alguma coisa em comum?
Será que é perseguindo e censurando sindicatos que o PSDB, o governador Anastásia e o senador Aécio querem fortalecer o que recentemente chamaram de PSDB Sindical?
A partir desta segunda-feira o deputado Rogério Correia tomará as providências com relação a este arbítrio e ocupará a tribuna do plenário da ALMG para denunciar mais esta provocação aos trabalhadores e trabalhadoras da Educação de nosso Estado.
Veja a íntegra do ofício da SEE, desta semana aos diretores.

“Prezados Senhores Diretores,

Hoje tivemos a informação de que está sendo colocado pelo SindUte, em algumas Regionais, cartazes com lista dos deputados que na semana passada votaram a favor do Projeto de Lei, do subsídio.
De ordem da Secretária Ana Lúcia gazzola, vimos solicitar que os senhores acompanhem esta notícia, recolham este material e peçam as escolas que não o divulguem nem permitam a colocação dos mesmos dentro das escolas.

Atenciosamente,

Maria Eunice de Lima Prado
Coordenação das Superintendências Regionais de Ensino
Secretaria de Educação do Estado de Minas Gerais
Cidade Administrativa – Prédio Minas – 11º andar – BH”
Fonte:
Marco Aurélio Rocha 
Assessoria Deputado Rogério Corrêa