quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Documentos centenários de Cataguases iam para o lixo

Material estava no antigo prédio do Arquivo Municipal e ia ser enviado para reciclagem

Documentos centenários de Cataguases, que iriam ser destruídos, agora passam por um processo de análise, catalogação e restauração. O material estava no antigo prédio do Arquivo Municipal, que foi demolido. Entre os mais de 300 documentos encontrados na cidade estão registros contábeis, atos oficiais e prestação de contas do fim do século XIX. E muitos estão em más condições de conservação.

Os livros estavam no antigo Arquivo Municipal. O prédio foi demolido e o material seria enviado para a reciclagem. Para evitar perdas maiores, uma empresa da cidade guarda provisoriamente algumas dessas relíquias.

Na casa da pesquisadora Maria Joana Capella estão 30 exemplares. O mais antigo é de 1882. Foi ela que descobriu a destinação incorreta do material. Segundo ela, esses são documentos de preservação permanente, por terem interesse histórico e científico e não poderiam ser destruídos.

Outra parte dos livros foi para o Arquivo Público de Cataguases, onde serão digitalizados. Sobre a polêmica do descarte dos documentos históricos, a equipe diz que apenas os mais relevantes foram salvos.

O secretário de Cultura, José Vitor Lima, diz que esses documentos encontrados não estavam sob a guarda do Arquivo Histórico da cidade. Por isso, não foram catalogados.

Fonte: Megaminas.com