domingo, 1 de janeiro de 2012

O (mau) exemplo que vem da Câmara

O "pacote de Natal",  embrulhado na Câmara dos Deputados, previa a criação de 106 novos cargos, um aumento da verba de gabinete para cada deputado e um reajuste de 10% para os salários dos servidores (que em alguns casos poderia chegar a 49%). A estimativa para o custo do "presente" varia de R$ 320 milhões a R$ 380 milhões por ano. O detalhe é que não há previsão orçamentária para esses novos gastos.