segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Oficinas artísticas promovem a formação cultural em Cataguases e região


Realizadas pelo Projeto Girarte, com o apoio da CBA, 
atividades reúnem dança, teatro, música e contato de improvisação.

O Projeto Girarte conclui, em agosto, mais uma etapa, oferecendo uma oficina gratuita de dança contemporânea para crianças, adolescentes e adultos de Cataguases e região. A atividade será realizada entre os dias 3 e 5 de agosto, na Casa de Cultura Simão. As inscrições podem ser feitas até 2 de agosto, pelo site www.fundacaosimao.org.br/girarte

Depois de percorrer 15 municípios entre os estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro, o Projeto Girarte, realizado em parceria com a CBA e outras empresas, promove, desde maio, oficinas de arte-educação buscando gerar o intercâmbio de experiências e aprendizados entre pessoas de diferentes faixas etárias, profissões e saberes. As ações têm o objetivo de propiciar um ambiente em que novas ideias e visõespossam ser exploradas. Muitos têm, inclusive, suas primeiras vivências com algumas linguagens artísticas nas atividades que são desenvolvidas pelo projeto.
“Com as oficinas, mantemos vivas as ideias do projeto de disseminar a arte por toda parte, com atividades capazes de viabilizar as manifestações artísticas como meios possíveis de trabalhar a valorização social, democratização cultural e contribuir para a construção de pensamentos críticos perante complicadores sociais como drogas e a violência”, pontua Marcus Diego, coordenador do Girarte.
Em 2016, o Projeto já beneficiou cerca de 12 mil pessoas com atividades de arte-educação e apresentações cênicas. De acordo com Marcus, a iniciativa possibilitou a chegada de expressões artísticas em locais de difícil acesso, influenciando de forma significativa o desenvolvimento cultural e artístico de municípios da região. “Nesta perspectiva, destacamos momentos emocionantes em nossa caminhada, como em Rosário da Limeira, onde um senhor de aproximadamente 65 anos apertou a mão de um dos artistas e disse ‘muito bonito esse negócio de vocês, foi a primeira vez que vi e gostei demais’. São fatos assim que motivam nossas ações”, finaliza.
Para Ricardo Vinhal, gerente geral das Unidades de Mineração de Bauxita da CBA, a empresa apoia iniciativas que contribuam para a democratização do acesso à cultura e formação artística das comunidades onde está inserida. “Acreditamos que, por meio de projetos como esse conseguimos romper as barreiras que dificultam o acesso à cultura e, dessa forma colaboramos para o fomento da formação de cidadãos mais conscientes de seu papel social e, consequentemente, para o desenvolvimento da região”, afirma.
Sinergia
A CBA fomenta o intercâmbio cultural entre os projetos que apoia, afim de incentivar a troca de experiências entre seus gestores e a qualificação de seus trabalhos. Comprometidas com essa orientação, a Fundação de Cultura e Artes de Muriaé (Fundarte) e o Girarte promoveram a participação de alunos e outros moradores de Muriaé nas oficinas em Cataguases, tornando possível a interação das duas iniciativas em prol da formação artística de cidadãos de outros municípios.